Como fazer para que meu site apareça no Google?

Como fazer para que meu site apareça no Google?

Veja o passo a passo para que seu site seja encontrado por seus futuros clientes

Hoje, com a enorme quantidade de empresas na internet, não basta apenas ter um site, você precisa ser notado pelos consumidores se quiser ter alguma relevância, conquistar um público fiel e vender. Mas como fazer isso?

Bom, o primeiro passo é pensar na experiência do consumidor. O processo de compra geralmente se baseia no despertar de um desejo ou necessidade, pesquisa, relacionamento e compra.

Se você, enquanto cliente, percebe que está precisando de uma televisão nova, naturalmente o primeiro passo vai ser começar a pesquisar modelos de TV e lojas que vendam o produto com o melhor preço possível, certo? Depois disso, você deve tomar um tempo para conhecer melhor a loja escolhida, verificar se ela é mesmo confiável e então comprar.

Esse momento de pesquisa é decisivo na finalização de compra e é nele que sua marca precisa aparecer. E você sabe onde as pessoas costumam procurar por itens que querem comprar? No Google! É por isso que quem tem um site precisa se preocupar em aparecer por lá.

Agora você, provavelmente, está pensando que estar em um lugar tão disputado e importante para o processo de compra deve ser algo bem complicado, não é?

Bem, posicionar seu site no Google é, sim, algo que pode ser um pouco trabalhoso, principalmente se você quiser estar entre os primeiros resultados, mas, com certeza vai ajudá-lo a colher ótimos resultados no futuro. Vamos ver, a partir de agora, como fazer isso!

A indexação de um site

Todos os dias, milhares de sites são criados no mundo todo. O Google tem um sistema que, periodicamente, verifica novos sites, os analisa e, de acordo com alguns critérios próprios, escolhe se vai ou não somá-los ao seu diretório de sites. Esse processo é chamado de indexação.

No entanto, como a quantidade é muito grande, essa indexação orgânica pode demorar um pouco ou acabar não acontecendo. Uma alternativa para agilizar esse processo é fazer a indexação manualmente.

Para adicionar a sua URL no catálogo do Google basta acessar o endereço https://www.google.com.br/intl/pt-BR/add_url.html. Lá, você tem a chance de enviar o seu site para análise e ainda fazer alguns comentários descrevendo que tipo de conteúdo será encontrado em seu site.

Vale dizer que fazer esse cadastro não garante que seu site será adicionado, mas é um passo que pode acelerar a indexação.

Caso você esteja encerrando um site ou mudando ele de endereço, também pode fazer a exclusão ou alteração do endereço neste mesmo lugar.

Quer aparecer primeiro? Invista em SEO

Depois que seu site for indexado pelo Google, ele já poderá ser encontrado pelos usuários no buscador mais famoso do mundo. Mas isso não garante que você vai estar entre os primeiros resultados.

Você já percebeu que quando busca por algo como “como pintar azulejo” aparece uma série de resultados e várias páginas, certo? Bom, isso não é aleatório. O Google coloca no topo os resultados que entende serem os melhores, porque sabe que a tendência é que o público clique nos primeiros links exibidos.

E o que faz com que o Google entenda quais são os melhores sites para mostrar aos usuários? Uma série de fatores que, juntos, chamamos de SEO.

SEO é a sigla para Search Engine Optimization ou Optimização para Mecanismos de Busca, e é o que determina se um site será o primeiro ou o centésimo link na página de resultados do Google.

Se você quiser não só ter chances de aparecer no Google, mas, de fato, ser um dos primeiros quando as pessoas pesquisarem algo relacionado ao seu site, precisa conhecer e investir em SEO. Algumas das principais técnicas para se posicionar melhor são:

Produzir conteúdo de qualidade: a maior preocupação do Google é colocar o conteúdo que melhor atende à necessidade do usuário perto dele. Então, se você quer alcançar o topo, preocupe-se em criar conteúdo excelente, que responda às dúvidas frequentes e eduquem quem está lendo.

Focar em palavras-chaves: o texto que digitamos no campo de busca do Google é chamado de palavras-chaves, e elas são a ligação entre o que o visitante está procurando e o que o seu site tem a oferecer. Pense em que palavras seus futuros clientes podem usar no buscador e tente trabalhar com elas em seu conteúdo.

Buscar links externos: quando você é citado por outros sites, o Google entende que você está se tornando uma referência, e isso contribui muito para um ranqueamento. Mas não vale ser citado por qualquer site. É necessário que você receba links de páginas que tenham a ver com o seu mercado e já estejam estabelecidas há algum tempo na internet. Ou seja, não adianta criar outro site para linkar para o seu, o Google vai perceber!

Ter um layout mobile: como a prioridade é oferecer a melhor experiência possível ao público, e as pessoas estão cada vez mais conectadas à internet por meio de seus smartphones, o Google declarou, recentemente, que ter um layout mobile (aquele que se adapta a telas menores) também faz diferença no ranqueamento.

Adicionar um certificado SSL ao site: o certificado SSL é o que faz com que seu site passe a criptografar informações trocadas entre você e quem acessa seu site. Como é um elemento que garante a segurança do usuário, já está sendo considerado um dos fatores principais para um site ser bem-visto pelo Google.

Como última dica, é bom dizer que quando o assunto é SEO não adianta tentar ser esperto e dar um “jeitinho” para driblar esses itens. Essa tática é conhecida como Black Hat e não agrada ao Google nem um pouco.

O pior é que, se o sistema pegar você trapaceando para se posicionar melhor, você pode ser penalizado com a perda de posições, ou até mesmo ter seu site retirado do catálogo do Google. Ou seja, não vale a pena! Trabalhe no seu site com dedicação e afinco e você vai chegar lá!

Design Responsivo

Marketing Digital

Google Adwords