Site Responsivo ou App Mobile? Qual a diferença?

Para atender a um público detentor de smartphones, que tem ficado cada vez maior, as empresas têm apostado cada vez mais em duas opções de comunicação virtual mobile: sites responsivo ou aplicativo.

Já citamos anteriormente que 56% dos usuários acessam a internet usando um dispositivo móvel, e que 61% se preocupa em ter uma experiência satisfatória.

Logo, se a sua empresa não conta com um site responsivo ou aplicativo, é bem provável que o acesso do seu público virtual fique bastante comprometido, com baixa performance e consequentemente, insatisfação por parte do mesmo. E nós sabemos o quanto isso pode ser negativo para o seu negócio.

Mas, como definir qual a melhor opção? Qual a diferença entre um site responsivo ou app mobile?

Vamos te explicar!

O site responsivo pode ser acessado através de navegador do seu dispositivo móvel; a distribuição das informações e os componentes do site se adapta ao tamanho da tela. A navegação fica mais fácil nesse modelo de site, afinal, o usuário não precisará arrastar a tela ou ampliá-la, para localizar alguns botões.

Contudo, todas as páginas serão carregadas através do navegador, e como a quantidade de elementos é muito grande, o acesso pode ficar mais lento.

Muitos empresários se confundem ao achar que o fato de seus sites rodarem em celulares, os torna responsivo. A verdade é que todo site é capaz de funcionar em um smartphone, porque se trata de um browser igual ao do computador comum, no entanto, uma vez que este site não é responsivo, o visitante tem dificuldades de navegar e visualizar as informações com qualidade.

Existem duas formas de identificar se um site é responsivo ou não: abra o site em um smartphone ou reduzir o seu navegador na horizontal. O site será responsivo se o seu layout se adaptar automaticamente ao novo formato, sem precisar de intervenções manuais para visualizar todas as informações.

Já no app mobile, o software é instalado no seu smartphone ou tablet e somente os dados serão trafegados, o que representa um acesso mais rápido e dinâmico. Dessa forma, você pode oferecer um conteúdo ainda mais completo, visto que o app mobile tem uma performance mais rápida e pode carregá-lo mais rapidamente, sem comprometer a qualidade da experiência do usuário.

Por se tratar de um software, um app mobile precisa se adaptar as diferenças entre sistemas operacionais (Android, iOS, Windows Phone, etc). É uma tecnologia bastante recente e por isso, atualmente tem menos mão de obra disponível. Esses fatores agregam valor ao projeto do aplicativo web.

Tanto o site responsivo quanto o app mobile são opções adequadas e cada uma delas pode atender uma necessidade diferente.

O fato é que se tratando de um negócio com volume de informações muito alto, atuando em um grande mercado, dificilmente será possível fugir do app mobile. Até porque a taxa de conversão (vendas) é maior, devido à usabilidade e performances melhor desempenhadas.

Portanto, estude seu negócio, qual das opções se aplicaria melhor a ele e inclua-os na realidade da sua empresa.

Por Israel Melicio

Fonte: ecommercebrasil.com.br

Obs.: É importante considerar o site responsivo, mesmo que queira um App Nativo. Sites responsivos facilitam muito a sua vida na hora de criar um App nativo. Um, definitivamente, não exclui o outro e o ideal é que estejam alinhados para que os objetivos do seu negócio sejam alcançados com sucesso.